• Home
  • Notícias
  • Sebrae fomenta mercado de orgânicos com apoio ao produtor
Sebrae fomenta mercado de orgânicos com apoio ao produtor
Freepik

Sebrae fomenta mercado de orgânicos com apoio ao produtor

Em sua participação na Bio Brazil Fair/Biofach América Latina – Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia, evento esse que ocorre até sábado (9) no Anhembi, em São Paulo, o Sebrae apresentou uma pesquisa inédita sobre os empreendedores que atuam no segmento de produtos orgânicos.

Uma das conclusões do estudo feito pela plataforma Survey Monkey identificou que os empresários que atuam no segmento de orgânicos têm preferência a trabalhar com frutas e hortaliças e a sua maioria pão a mão na terra, literalmente.

Foram feitas 1.142 entrevistas, entre 16 de abril e 16 de maio, com produtores de 26 estados. Dos respondentes, 63% afirmaram que trabalham exclusivamente com orgânicos, sendo que São Paulo (18%), Minas Gerais (12%), Paraná (11%) e Rio de Janeiro (10%) concentram a maior parte da produção. Outros 72% afirmaram que trabalham com frutas e 64%, hortaliças; 69% informaram que estão ligados a alguma associação, sendo que o Sebrae figura entre as mais citadas.

Apoio ao produtor

A participação do Sebrae foi ampliada nesta edição da Bio Brazil Fair: 37 empresas, de 13 estados diferentes se inscreveram, sendo que 18 foram selecionadas, de 11 estados, para apresentar seus produtos em espaço reservado nos estandes do Sebrae e participar de rodadas de negócios. Na manhã de ontem, pequenos produtores fizeram visitas técnicas, acompanhados de técnicos do Sebrae, a gigantes do varejo em São Paulo, como as redes Carrefour e Bom Marché, que estão ampliando o espaço para os orgânicos.

A novidade do estande principal do Sebrae foi uma ação de live marketing, em que os visitantes são convidados a tirar uma fotografia tendo um cenário de natureza ao fundo. Após preencherem cadastro, eles ganham uma cópia em papel da foto e uma geleia de frutas. É possível encontrar produtos de todos os tipos nos estandes, como chocolates finos orgânicos, óleo de coco, molhos de tomate, frango orgânico, geleias orgânicas de diversos sabores, café orgânico, camarão e ostras orgânicas.

Segundo o gerente de Agronegócios do Sebrae, Augusto Togni, a primeira visita técnica abriu a possibilidade para diversos participantes fecharem negócio com distribuidores e redes de varejo. “É um momento de ampliação desse mercado de orgânicos, em que grandes varejistas estão procurando fornecedores”, disse. “Esse é o desafio do Sebrae: trazer os pequenos produtores aqui, para fechar negócio, mas, principalmente, para interagir com lojistas e consumidores e assim aperfeiçoarem seus produtos.”

Por Agência Sebrae.