• Home
  • Notícias
  • Lucro líquido da Arezzo&Co cresce 22,3% no 1º trimestre
Lucro líquido da Arezzo&Co cresce 22,3% no 1º trimestre

Lucro líquido da Arezzo&Co cresce 22,3% no 1º trimestre

O lucro líquido da Arezzo&Co, líder no setor de calçados, bolsas e acessórios femininos no Brasil, cresceu 22,3% no primeiro trimestre de 2018, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 27,1 milhões. “O primeiro trimestre é marcado pela transição da coleção de verão para a coleção de inverno nas lojas e todas as marcas e canais apresentaram crescimento de receita na comparação com o ano anterior” destaca o CFO e diretor de Relações com Investidores da companhia, Daniel Levy.

Leia mais: Corte Kids franquia marca com investimento a partir de R$ 142 mil

Nos primeiros três meses do ano, a receita líquida da Arezzo&Co foi de R$ 330,2 milhões, aumento de 11,1% na comparação ao mesmo trimestre de 2017. No mesmo período, o Ebitda alcançou R$ 40,8 milhões, com crescimento de 13,1%. A companhia abriu 7 novas lojas, encerrando o trimestre com 625 lojas entre franquias e lojas próprias. No período, foram vendidos 2.742 mil pares de sapatos (expansão de 7,1% em relação ao ano anterior) e 358 bolsas (crescimento de 34,1% em comparação com o mesmo período do ano passado).

Balanço das marcas

Entre as marcas, sendo que todas atuam no franchising,  a Arezzo continua com a maior contribuição para o resultado da companhia (58%), tendo registrado receita bruta no mercado interno de R$ 218,7 milhões, com aumento de 9,7% nas vendas. A Schutz representou 27,4% do faturamento total da Arezzo&Co, somando R$ 103,2 milhões, com crescimento de 5% da receita bruta na comparação com o primeiro trimestre de 2017. A Anacapri continuou seu processo de expansão, atingindo receita de R$ 45,3 milhões no 1T18, com crescimento de 34,2% sobre o 1T17, encerrando o trimestre com 12% de representatividade no faturamento no mercado interno.

As vendas da Alexandre Birman cresceram 10,7% em relação ao 1T17, com aumento de SSS (same store sale) no Brasil e no exterior. A Fiever aumentou em 79,6% suas vendas no web commerce de janeiro a março deste ano quando comparadas aos mesmos três meses de 2017. As vendas da OWME, sexta marca da Arezzo&Co, superaram as expectativas iniciais. A marca, lançada no final de fevereiro, fez, no mesmo período, a primeira venda de sell in para o canal multimarca, concentrada em cerca de 100 clientes. A primeira loja da marca foi aberta no final de abril, na rua Oscar Freire, em São Paulo.

Leia mais: Vendas em shoppings crescem 4,3% no primeiro trimestre

Além do lançamento da Owme, a Arezzo&Co manteve o foco na melhoria de suas marcas existentes introduzindo inovação, melhoria na arquitetura das lojas e investimentos no projeto internacional. A Schutz, por exemplo, ingressou em novo ciclo de posicionamento com: renovação do conceito de loja, com mais tecnologia na hora da compra, revisão do projeto arquitetônico, que ficou mais acolhedor, e lançamento de coleções exclusivas. Entre os próximos passos estão a renovação das demais lojas próprias e franqueadas da marca; fortalecimento do posicionamento, unificando a comunicação no Brasil e no exterior e evolução do modelo de suprimento de franquias. “Os resultados deste novo ciclo da Schutz têm sido encorajadores”, afirma Levy.

Por Redação, do Universo Franchising.

Quer saber tudo sobre o mundo das franquias? Fique atento as novidades do Universo Franchising.