• Home
  • Notícias
  • Empresas de médio porte projetam crescimento de 6%
Empresas de médio porte projetam crescimento de 6%
Freepik

Empresas de médio porte projetam crescimento de 6%

As empresas de médio porte ao redor do mundo estão mais otimistas, se comparado ao ano passado, sobre as condições e oportunidades do mercado. De acordo com o Growth Barometer, estudo realizado pela EY (Ernst & Young), as perspectivas de crescimento para as principais economias estão melhorando em 2018 e, como resultado a esse cenário positivo, os empreendedores entrevistados planejam um crescimento da receita.

Leia mais: Franqueado da 5àsec firma parceria com hotéis e dobra faturamento

De acordo com o estudo, realizado com 2.766 executivos em 21 países, a confiança global no crescimento dos negócios se fortaleceu nos últimos 12 meses. Das empresas entrevistadas, 60% projetam crescimento entre 6% e 10%, o que representa 34% das empresas com a mesma ambição há um ano. Enquanto 27% visam crescimento superior a 10%, três pontos percentuais abaixo do levantamento do ano passado, nenhum empreendedor planeja queda no crescimento.

As estratégias utilizadas pelas empresas estão diretamente ligadas à criação de mais empregos e a implementação de tecnologias disruptivas para atender as metas ambiciosas de crescimento. Apesar do otimismo, ainda há preocupação com a escassez do fluxo de caixa, aperto no crédito ou a desaceleração da demanda global, uma vez que esses fatores podem representar riscos significativos no longo prazo.

O levantamento também ressalta que 73% das empresas reconhecem a necessidade de se tornarem mais ágeis, planejando ou adotando inteligência artificial nos próximos dois anos. Ao mesmo tempo, 23% dos líderes enxergam a convergência da indústria como outra força disruptiva para o crescimento, perdendo apenas para mudanças demográficas, classificada como o impacto mais significativo nos negócios (33%).

Em relação à contratação de novos talentos, atrair profissionais especializados está no topo da lista de aceleradores de crescimento. 39% das empresas planejam realizar mais contratações para cargos de tempo integral nos próximos 12 anos. O conteúdo do estudo mostra que 41% dos entrevistados citam a diversidade como a maior prioridade na contratação, o que indica forte correlação entre os líderes que priorizam diversidade como um objetivo de recrutamento.

Dados Brasil

Último levantamento do estudo realizado no Brasil, em 2017, mostrou que 54% das 39 empresas brasileiras entrevistadas projetavam taxa de crescimento de receita entre 6% e 25%. Em relação ao mercado de trabalho, apenas 5% das empresas brasileiras participantes disseram ter planos de redução de funcionários, abaixo do percentual registrado no resto do mundo (9%). Outro ponto destacado no estudo é a tendência de robotização nas empresas no Brasil: apesar da maior parte ainda não ter adotado nenhum procedimento de RPA (caso de 77% das empresas brasileiras ouvidas); 10% das companhias responderam já utilizar a RPA em alguns processos.

Leia mais: Meio Ambiente: O Boticário é desafiado por Gisele Bündchen

Por Redação, do Universo Franchising.

Quer saber tudo sobre o mundo das franquias? Fique atento as novidades do Universo Franchising.