Como escolher a sua franquia

Como escolher a sua franquia

Você imagina o que deve fazer para começar a escolher a sua FRANQUIA ?

A melhor imagem que podemos ter do processo de escolha de uma franquia é a de um funil. Muitas são as possibilidades, mas os critérios de escolha reduzirão o número de redes a serem analisadas em profundidade. Algumas serão descartadas por estarem acima da capacidade de investimento do franqueado, outras por exigirem habilitações ou tempo de dedicação exclusiva diferentes da realidade do candidato, outras, ainda, estarão fora por não estarem disponíveis na região desejada.

A partir desse ponto começa a seleção. Ao falarmos em escolha, pressupomos que mais de uma franquia será investigada. Estabelecer comparações e determinar o peso que
cada um desses requisitos terá na decisão ajudará nesse processo. Submeta cada franquia aos critérios de análise que você tiver adotado, como afinidade, reconhecimento da marca ou qualquer outro que considere essencial e que aprofunde a pesquisa com aquelas que tenham sido mais bem avaliadas.

Avalie a experiência do franqueador

Se o franqueador tiver um negócio testado em uma unidade-piloto em que serão reproduzidas as mesmas condições que serão oferecidas aos franqueados, por um período suficiente para que se comprove a sua viabilidade, os riscos para os franqueados poderão ser minimizados, uma vez que muitos erros já terão sido corrigidos, o mercado para os produtos/serviços avaliado e a posição da marca definida.

Alguns franqueados sentem-se atraídos pelo desejo de oferecer algo novo ao mercado e obter vantagens junto ao franqueador por participar do processo desde o seu início. A grande dificuldade, no entanto, será avaliar se o modelo de negócio está baseado em uma tendência de mercado ou em um modismo passageiro. No Sistema de Franquias, o franqueado paga por um know-how, por reproduzir um modelo de sucesso e pelo direito de uso de uma marca reconhecida no mercado. Abrir mão desses conceitos envolve riscos que precisam ser cuidadosamente avaliados.

Mas, de um modo geral, os franqueados buscam franquias por considerá-las mais seguras do que os negócios próprios, desejam obter o sucesso já alcançado pelo
franqueador e, para isso, precisam ter o seu apoio em forma de bons treinamentos, inovação tecnológica aplicada ao negócio e suporte operacional, que devem ser medidos
junto às unidades já em operação.

Procure a ajuda de especialistas

Durante a análise do modelo de negócio que está sendo franqueado, da leitura da COF, da minuta do contrato e da análise dos dados financeiros, é recomendável que o candidato busque a orientação de profissionais que possam ajudá-lo nesse período. A compra de uma franquia muitas vezes representa anos de economia e não deve ser desperdiçada por um erro de avaliação que poderia ter sido evitado. Durante o período de análise, o candidato será avaliado pelo franqueador, mas ele também deverá avaliar a franquia e compará-la a outros investimentos.

Essa não é uma compra por impulso. Cabe análise.

Thais Sampaio é uma consultora especializada no mercado de franquia e sócia da empresa A Minha Primeira Franquia – www.aminhaprimeirafranquia.com.br